quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Pela manhã

sorri abre a janela e deixa o sol entrar.

A -Quem é vocÊ?
B -como assim ?
A- você.. você ai me olhando assim , como se eu fosse uma pintira.
B- Você não é, e sabe disso. Mas mesmo assim eu gosto de te olhar.

gargalhadas

B - Por que você sempre acorda com esse humor estranho?
A - Pra te provar que gozo não é sinomimo de felicidade.
B - Nossa...Mas eu vou continuar repetindo meu cheiro no teu corpo .E serão tantas vezes , como já foram , que um dia ainda te amanheço sorrindo.
A - E se não tiverem outras manhãs?
B - manhãs sempre existirão. Vai querer controlar o Sol agora?
A- VocÊ sempre fecha os olhos para as coisas não claras né?
B - Não te compreendo.
A - você ai, abrindo a janela , e ficando cego com o sol da manhã.
B - olha , eu sinceramente não quero começar meu dia assim.
A- desculpa.

silêncio

A- eu disse " desculpa"
B - Eu vou fechar a janela.

silêncio

A - Vem pra cama .A gente atrasa o relogio um pouco e tenta amanhecer de novo.
B - eu venh tentando faz um bom tempo. E você sempre assim, Azeda.
A - Eu não sou azeda. Só to cansada de ser contigo só pela manhã..
B - Por que você não fala? Assim , clara?
A - De ser contigo e só contigo e só pela manhã....Como você pode , hein? Não ter ciumes, não me querer sempre , não ter medo que outro alguém se arraste sobre mim.. Fecha a janela , por favor...não gosto de claridade.
B - Por isso a luz apagada, todas às vezes . ( tempo) Bom , o café está pronto, tem suco na geladeira.
A - Você foge sempre ...
B - Eu não to fugindo , preciso trabalhar ... Olha , fica a vontade. Quando sair , vocÊ sebe onde deixa a chave.
A - vai lá... quinta-feira a gente se encontra.
B - Te ligo! Fica bem .
A - Não precisa me ligar , eu se onde fica sua chave.

Barulho de porta fechando.Ela levanta fecha cortina e volta a durmir.


Dominique Arantes

Um comentário:

Diogo Liberano disse...

"

B - Por que você sempre acorda com esse humor estranho?
A - Pra te provar que gozo não é sinomimo de felicidade.

"

impagável!!!!!!!!!