sábado, 26 de junho de 2010

Outra volta

Estou.
Parada.
Aqui.
Esperando. Não Godot. Não você. Não nada.
Mas ser inteira novamente.


Saudade estala em mim.

Um comentário:

Diogo Liberano disse...

há! é godot, não tem jeito